30 de novembro de 2013

"Tua vontade de ser livre está secretamente vinculada ao amor que tens para dar, mas que permanece contido, entulhando o caminho e obstruindo a passagem.

As obstruções que experimentas são os beijos e abraços que não deste nem dás, todos obstruem abstrata, porém, eficientemente tua passagem pelos cômodos de tua casa, pelas diversas dimensões disso que chamas de “tua vida”. São as palavras carinhosas que nunca disseste as que entulham teu armário com roupas que não precisas e que nem cuidas direito.

Tua vontade de ser livre está encaixotada junto com todos esses cacarecos que guardas como se tivessem verdadeiro valor, tua vontade de ser livre está aí, amarrada ao amor que tens para dar, mas que conténs, se transformando em coisas às quais te apegas e que obstruem o livre fluir de tua presença, de teus sentimentos para com todas as pessoas, dos bons humores que poderias desfrutar.

E não penses que precisas de alguém especial, desse par de olhos belos com que sonhas, ou das curvas deliciosas de um corpo fantástico, de nada disso precisas para te autorizares a amar.

Todas as pessoas com que convives diariamente merecem teu amor, Tu mereces oferecer esse amor na maneira que melhor te aprouver, porque enquanto não ofereceres teu amor a tua vida continuará amarrada a milhões de coisas inúteis e contraproducentes.

Só o amor te liberta, só o amor tornará tua vida mais leve, só o amor que ofereceres, e não o que receberes te tornará tão livre quanto desejas.

A contabilidade do recebimento de amor, no fim da existência, será exatamente igual ao amor que tiveres oferecido." Quiroga - O Astrólogo

"Não reclame do que você permite."

"Quando perceber que as coisas simples que normalmente você faria sem grande esforço se complicam demais, terá chegado a hora de desistir sumariamente e se dedicar a outra coisa mais leve. Perder a cabeça seria inútil."

Quiroga

"...E o que me move são os clichês mais bobos: Que dias melhores virão, que quem quer faz valer a pena, que nada acontece por acaso, que a fé move montanhas, que Deus sabe o que faz ... e que quem faz o bem atrai o bem."

Tatiana Zanella

"Pressa não é motivo. Num estalo a vida se escorre..."

14 de março de 2013

Te amo ao círculo

Costumo reservar meu final de noite pro meu filhote, aliás, pra nós dois.
As conversas sempre são ótimas, me dão energia, esperança, paz... As melhores palavras que ouço, sempre saem da boca dele.

Outro dia uma conhecida minha descobriu que estava grávida e se desesperou. Lembrei de mim, grávida, solteira, doida, sem estrutura financeira nem emocional...
Cheguei a não querer aquele filho. Imagina! Como pude ser capaz de não querer a pessoa mais linda, mais fofa, mais massa, mais sincera, mais gostosa, mais preciosa, mais TUDO do mundo?
Me angustiava quando pensava em fraldas, bicos, amamentação, engordar, parir...
Mas Deus (ou a natureza, como quiser) é tão perfeito que dá às mães (e aos pais) nove longos meses pela frente.
Dia a dia, semana a semana, mês a mês fui me acostumando àquela nova situação e me adaptando à maternidade. O processo é lento e gradativo, como tem que ser.
Quando ele nasceu, ser mãe já não era mais aquele bicho de vinte cabeças. Foi difícil, claro, mas tirei de letra, aprendendo sempre. Não fui a primeira e nem serei a última.
A recompensa? Ela vem todos os dias, todas as horas e instantes da minha vida, que começou quando ele nasceu.

E, à noite, quando deito com ele praquela conversinha final, pergunto como foi o seu dia e o que ele aprendeu na escola...
– Letra cursiva mamãe! Responde desenhando seu nome num papel imaginário, com aquele dedinho sujo de tinta guache.
– Não lavou as mãos direito! Resmungo.
Ajudo-o com as orações, que inclui o gato, a tia Karol, a tia Karina, a tia Márcia...
- Todas as tias, né meu filho? Falo, tentando encurtar a prece.
- ... proteja a tartaruga e o ovo da tartaruga também. Amém! Finalizou aquele ser pequenininho de 5 anos.
Trocamos milhões de beijos, e , quando estava quase saindo do quarto eu ouvi, abafado pelas cobertas:
- Mãe, eu te amo muito!
- Eu te amo ao quadrado filho!
- E eu te amo ao círculo mamãe!!
Risos e lágrimas se misturam, se confundem... Mas de felicidade, de alegria, de prazer.
E praquela minha conhecida que está grávida, só tenho a dizer uma coisa:
Permita-se ser feliz!
Que seja ao quadrado, ao círculo, ao retângulo... Não importa! Apenas deixe acontecer...

"- Mestre, como faço para me tornar sábio? - Boas escolhas. - Mas como fazer boas escolhas? - Experiência - diz o mestre. - E como adquirir experiência? - Más escolhas."

"O perdão não faz a outra pessoa correta. Ele te faz livre."

Stormie Omartian
 
BlogBlogs.Com.Br