22 de abril de 2010

"Não posso exigir o amor de ninguém. Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim, e ter paciência para que a vida faça o resto..."

2 comentários:

  1. Engraçado, estava pensando nisso noite passada.
    Nessa nossa mania de justificar os erros dos outros em algum defeito nosso. Ou só achar que o amor que vem depende do que representamos pro outro.
    Aí lembrei de Balzac..."O amor é antes um escolho que uma condição para dois cônjuges, o que mais ama se avilta e sofre, o que menos ama, tortura e martiriza."

    beijo grande

    ResponderExcluir
  2. nada melhor para curar uma dor de amor, arrumar outro .outro amor..Lindo seu poema

    ResponderExcluir

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br