22 de maio de 2009

SE NÃO FOR AGORA, QUANDO?


"Tem hora de parar e tem hora de partir.
Tem hora de ler o texto e de subir ao palco.
Tem hora de permanecer quieto e calado num canto,
e tem hora de cantar contente e de voar profundo.
Mas agora, agora não é hora de dobrar as asas,
nem de calar a voz, nem de catar gravetos para fazer o ninho.
Agora não é hora de sentir remorsos,
nem de buscar consolo, nem de caiar o túmulo.
Agora que estou aqui na beirada, pronto para o salto,
não me segure em nome de nada.
Não diga que é muito cedo, nem que é muito tarde,
ou que está escuro, é perigoso, muito alto, muito fundo, muito longe...
Não!
Se você não compreende o entusiasmo das escolhas que eu faço;
Se você não pode respeitar minhas loucuras e delícias;
se você não consegue me empurrar com amor e doçura para o miolo da Vida,
— não me segure, não me prenda, não me amarre.
Não tente me salvar de coisa alguma.
Não me afaste do que mais preciso.

Você tem a opção de testemunhar uma bela transformação,
ou de apenas fechar os olhos e dizer não.

Porque agora — agora é hora de voar,
é hora de abrir-me a todas as possibilidades.

Hoje estou partindo em vôo livre para dentro de mim!"

By Edson Marques, do blog MUDE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br