9 de abril de 2009

Dar não é fazer amor...


"Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca...
Te chama de nomes que eu não escreveria...
Não te vira com delicadeza...
Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral...
Te amolece o gingado...
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar sem esperar ouvir promessas,
sem esperar ouvir carinhos,
sem esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar,
para apresentar pra mãe,
pra dar o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar:
"Que que cê acha amor?".
É não ter companhia garantida para viajar.
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia
Dar é não querer dormir encaixadinho...
É não ter alguém para ouvir seus dengos...
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar
Experimente ser amado..."

Luiz Fernando Veríssimo

Achei no blog ESCREVO PALAVRAS E CHORO POEMAS...
A imagem eu roubei do blog OLHOS DE MAR

4 comentários:

  1. Oi Baiana! Passei aqui no blog e fiquei estupefato: casa vez melhor.

    Saudades...

    ResponderExcluir
  2. Dar realmente não é fazer amor. Mas acho que ambos são válidos. Cada um na sua, em seu tempo, em seu momento, com a pessoa certa...

    Boa Páscoa!

    ResponderExcluir
  3. ficou otima a imagem c este texto.

    ResponderExcluir

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br