24 de abril de 2009

Confiando (Portas e Pregos)

"...Se você quer desfrutar plenamente dessa existência, você vai ter que se desprender dos nós que te atam às suas mágoas e das correntes que te prendem aos seus medos. Só a liberdade de ser você mesmo é capaz te trazer coragem. Confiar é se entregar sem limites, sem amarras.

Então se você tem alguém na sua vida que você acha que mereça, pare de desconfiar. Aceite que a mentira é comum, mas que a verdade também está lá fora. Confie, ainda que pareça errado ou que você se sinta ingênuo. Confie, ainda que doa. Porque as pessoas percebem quando têm o seu respaldo e é a isso que elas respondem com os atos delas.

E quando observar as portas que estão ao chão, observe que os pregos que a seguravam, a quem ela culpa, também estão lá, caídos. Talvez eles tenham tentado suportar ao máximo o peso da madeira e não conseguiram. Talvez eles estejam lá apesar de terem lutado bravamente.

E acima de tudo, lembre-se que quando você tomba, você pode se içar novamente, que os pregos que te prendem, uns estão lá, frouxos; outros são tão firmes que suportarão a madeira por toda a eternidade. E por fim, nunca se esqueça: você não é uma porta.

Ao menos, não precisa ser."

By Jean Fabrício S., do blog LEGITIMANDO
Leia aqui o texto na íntegra

Um comentário:

  1. Uauuu...!!!O blog esta lindooo...!!!
    Parabéns!
    Andei fuxicando!!!(Risos)
    Abafa o caso!
    Bjsss...milll

    ResponderExcluir

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br