16 de fevereiro de 2009

Para seu conhecimento

"Você não sabe do susto de o encontrar,
sua boca tão perto da minha,
seu corpo ao meu alcance;
e tanto desejo me aniquila e anula,
falta assunto,
palavra,
falta, falta, falta!
Então vou esbarrando e tateando
e tentando reprimir o suspiro teimoso que me faz abrir a boca de espera,
boca de quero-beijo-me-beija-agora;
então eu inspiro com fome, que é para apreender seu cheiro,
que é para guardar seu gosto,
que é para roubar seu calor.

E você nem sabe que o toque casual da sua mão desperta um fogo que me rouba o sono;
e você nem sabe por quê eu me calo,
por quê me encolho,
me recolho;
você nem sabe que ao seu lado eu fico à beira de,
prestes a…
Querendo tanto que até peço ajuda para aquele deus surdo-mudo que enfeita o céu vazio.

Não, você nem sabe..."

By FÊNIX EM VERSO E PROSA

2 comentários:

  1. Oi Thaís.
    Valeu por me citar mais uma vez.
    Só queria dizer que adoro as imagens que você anexa aos textos.

    Descontrai e diverte.

    Vou continuar Exercitando minha vida. rs.

    Abs!

    Jean Fabrício
    http://legitimando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço a sua colaboração baby!
    Bjs e volte sempre!!

    ResponderExcluir

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br