30 de janeiro de 2009

Amar-elo


"Tenho medo de tocar-te demais,
medo de quebrar-te, medo de cansar-te
Tenho tanto medo de tuas retinas cheias de mim
De tuas mãos enjoadas das minhas


Medo, medo, medo

do colorido das tuas bochechas
da luz infernal de teu corpo
Dessa tua boca ébria a dizer obscenidades

E se a fonte do teu sorriso secar?
E se teus pés desaprenderem o rumo dos meus?
E se um dia, simplesmente, amanheça e tu não esteja?

E se...


Quanto mais tenho medo, mais desejo estar perto de ti."

By UM DIA DE CADA COR
Ilustração: Ilustração: Irisz Agocs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br