27 de novembro de 2008

Amar é permitir sempre; amar é compreender sempre; amar é deixar que o outro vá — ou que fique, se assim o desejar; amar é respeitar todos os direitos humanos da pessoa amada; amar é jamais ter ciúmes; amar é não ter medo de perder. Amar é não forçar nada — nem sequer um beijo na boca; amar é não fazer perguntas desnecessárias ou indiscretas — muito menos na hora errada; amar é deixar fluir a Emoção em todos os sentidos; amar é incentivar o vôo livre que o outro possa estar querendo, e às vezes até mesmo empurrá-lo com ternura para o abismo gostoso do desconhecido profundo. Amar é respeitar com devoção e aplaudir com entusiasmo o desejo de saltar que o outro às vezes tem. Amar é reconhecer afetuosamente o direito que o outro tem de fazer suas escolhas — mesmo que essas escolhas eventualmente me excluam." - Edson Marques, do blog MUDE

5 comentários:

  1. Ê, Edson Marques, sempre sem amarras (aparentemente) nenhumas...


    Interessante espaço, este... =)



    =*

    ResponderExcluir
  2. Nunca... eu digo NUNCA havia amado.Até descobrir a tal liberdade DO amor e não necessáriamente no amor.Afinal,você ama estando junto,estando longe,separado.Você ama e está em você...

    Gostei daqui =)

    ResponderExcluir
  3. Edson Marques?
    Acho que já ouvi falar desse escritor medíocre!(Risos)
    Ele arrasa em tudo que escreve!!!
    Se é texto dele...nem precisa comentários...!!!Mas parabéns por postar textos dele no seu Blog.
    Bjsss...milll

    ResponderExcluir

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br