3 de outubro de 2008

Sobre a vontade:

"Minha vontade é rebelde com um tom de guitarra nostálgica.
Revela-se em rosas selvagens, cultuando belezas raras.
Minha vontade me arranca dos olhos visões cravadas em nuvens andarilhas...
Faz preces, lançando pedras no mar fecundo de sonhos.
Exorciza uma velha estética do amar e gera tempestades libidinosas.
Desenha devaneios quando quer desenhar perfeição e
faz-me pisar em solos das almas em chamas.
Minha vontade inebria-me ao invés de deixar envelhecer o vinho lendo os poetas malditos.
Repete em todos os poemas que o pôr-do-sol nasce do sangue dos meus sonhos.
(...)

Minha vontade preserva a altivez da minha alma rebelde."
- Karina Zimerer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pense bem, pense elevado, ancore a alegria no seu coração!

 
BlogBlogs.Com.Br